quinta-feira, 7 de novembro de 2019



Título: Teorias da Administração e a Sociedade Atual

· Componente curricular: Administração de Marketing e Processos Comerciais.
· Curso: Ensino Médio com Habilitação Profissional Técnica em Administração 
· Turma: 1MA 
· Autor: Professores Rommel Siqueira Campos Cantalice e Marcos Ferreira Lui. 


Proposta Pedagógica

Atividade Interdisciplinar entre os componentes curriculares: História, Administração de Marketing e Processos Comerciais e Procedimentos e Técnicas Empresariais, objetivando demonstrar as características, conquistas, problemas de adequação e mudanças relativas às teorias de administração estudadas, transportando os conceitos para os tempos atuais.


Conceitos estudados

História (Habilidades desenvolvidas: 2.1 Identificar características das transformações técnicas e tecnológicas; 2.2 Caracterizar impactos das técnicas e tecnologias nos processos de produção; 2.3 Caracterizar relações entre os diferentes tipos de sociedade conforme seu desenvolvimento científico e tecnológico; 2.4 Pesquisar registros das técnicas e tecnologias nos processos sociais; 2.5 Identificar modificações impostas pelas novas tecnologias à vida social e ao mundo do trabalho),  Administração de Marketing e Processos Comerciais (Habilidades desenvolvidas: 1.1 Identificar os conceitos de Marketing; 1.2 selecionar ferramentas e/ou instrumentos adequados ao planejamento proposto) e Procedimentos e Técnicas Empresariais (Bases Tecnológicas: Teorias da Administração; Revolução Industrial; Administração científica; Teoria clássica / administrativa; Teoria da burocracia; Teoria das relações humanas; Teoria de sistemas; Teoria das contingências; Funções da administração).



Descrição da metodologia realizada


No mundo globalizado e repleto de informações, a escola deve disponibilizar atrativos aos alunos de modo que os mesmos consigam assimilar os temas estudados através de propostas diferenciadas.
A dramatização na escola tem como finalidade buscar a participação, o estimulo, convívio social, além do crescimento cultural e da linguagem oral e corporal. Esse tipo de atividade pode ser usada em todas as etapas do ensino e componentes curriculares.
A metodologia elencada pelos docentes foi a “Dramatização em Grupo”, onde os alunos encenavam as formas de administração dos ambientes de trabalho, bem como das relações sociais e profissionais, que caracterizam cada teoria estudada, das escolas citadas e trazendo para os meios produtivos nos dias atuais.







Resultado alcançado


Os alunos, através da dramatização aplicada, tiveram a oportunidade de vivenciar as condições temporais de cada escola de administração em suas respectivas etapas e quais técnicas de marketing possíveis adotadas na época. 




terça-feira, 1 de outubro de 2019




Sequências Numéricas e a Torre de Hanói

  • Componente curricular: Matemática
  • Curso: MTec - Logística e MTec - Nutrição e Dietética
  • Turma: 2MG e 2MB – Maio/2019
  • Autor: Débora Amaral
·         Proposta Pedagógica: 

Durante o estudo do conteúdo de Sequências Numéricas, os alunos se dividiram em dois perfis principais: os que compreenderam bem o tópico estudado e não se sentiam desafiados e, os que ainda enfrentavam dificuldade em aplicar a teoria em situações-problemas. Assim, a proposta era utilizar a Torre de Hanói, que é uma espécie de quebra-cabeças, para dinamizar a teoria e estimular os alunos. Para quem não conhece este jogo, apresento uma explicação clara que está disponível no site Brasil Escola, canal do educador, escrita por Marcos Noé:

Figura 1: Torre de Hanói

A torre de Hanói constitui num jogo estratégico capaz de contribuir no desenvolvimento da memória, do planejamento e solução de problemas através de técnicas estratégicas. O jogo se apresenta em uma base que possui três pinos na posição vertical. No primeiro pino temos uma sequência de discos com ordem crescente de diâmetro, de cima para baixo. O objetivo é passar todos os discos para o último pino com a ajuda do pino central, de modo que no momento da transferência o pino de maior diâmetro nunca fique sobre o de menor diâmetro. O jogo mais simples é constituído de três discos, mas a quantidade pode variar, deixando o jogo mais difícil à medida que os discos aumentam.



·         Conceito:

As Sequências Numéricas são sequências em que cada termo se relaciona com o termo anterior a partir de uma lógica. Mais especificamente, para a Torre de Hanói, utilizamos a sequência denominada por Progressão Geométrica, que é a sequência em que cada termo, a partir do segundo, é igual ao produto do termo anterior por uma constante real.

  • Descrição da metodologia realizada:

Devido a dificuldade em encontrar o jogo pedagógico na região, primeiro foi necessário confeccionar o jogo. Foi utilizado E.V.A. para as peças do jogo, isopor de base e, palitos de churrasco para as torres. A escolha do material deve-se ao custo e facilidade de transporte. 


Figura 2: Foto de EVA coloridos postada no Instagram@profdeboraamaral

Após estudo de Sequências, Progressão Aritmética e Geométrica, foi reservada uma aula para aplicação do jogo. Os alunos foram divididos em grupos de quatro a cinco pessoas, as regras foram explicadas e um jogo entregue para cada grupo. Foi solicitado que anotassem quantos movimentos os alunos faziam com as peças quando tinham que movimentar uma torre de apenas duas peças; depois com três peças; com quatro peças; cinco e seis peças. Ao terminarem, anotei na lousa os valores de todos os grupos para que pudessem comparar. 

Figura 3: Lousa com as anotações dos movimentos

Figura 4: Alunos do 2MB com a Torre de Hanói

Para finalizar, os alunos assistiram ao vídeo “A Lenda de Hanoi” do canal Math Gurl no Youtube (https://www.youtube.com/watch?v=GLY6FWdG-zs&t=123s) para conhecerem a lenda sobre a qual o jogo foi criado. O vídeo também serviu de conclusão, pois após refletirem e buscarem uma lógica que relacionasse o movimento mínimo das peças com o número de peças escolhido para jogar, os alunos viram no vídeo a fórmula que faz essa relação.





  • Resultado alcançado.

    O estudo de Sequências realizado por alunos de 16 ou 17 anos, por mais aplicado que seja o conteúdo através de problemas contextualizados e tudo mais, pode se tornar entediante para os adolescentes.

    Com o jogo, os alunos puderam compreender melhor progressões e a construção do termo geral, uma fórmula exponencial que fornece o número mínimo de movimentos para resolver o jogo, em função do número de discos utilizados. Através de um momento de descontração, as turmas assimilaram melhor o conteúdo teórico de forma prática e dinâmica. 




    quarta-feira, 4 de setembro de 2019


    Gestão Financeira com Ênfase em Certificado ISO

    ·        Componente curricular: Gestão Financeira e Econômica
    ·        Curso: Técnico em Administração
    ·        Turma: 3EA
    ·        Autor: Robison Santos de Souza

    ·        Proposta Pedagógica: 
    Estimular a tomada de decisão em um trabalho proposto, onde os alunos assumem o protagonismo da gestão das empresas. O trabalho inicia com um cronograma de atividades (duração de 03 meses) a ser aprovado. A partir de então, a classe é dividida em empresas que buscam melhorar a sua performance através de certificações da série ISO: 9.000, 14.000 e 50.001. A divisão contempla: três empresas que buscam uma das certificações acima, três empresas implantadoras e três empresas certificadoras.
    A gestão financeira é discutida através de contratos de prestação de serviços, análise da disponibilidade financeira, geração de nota fiscal eletrônica de serviços e, por fim, a auditoria de conformidade para a entrega ou não dos certificados ISO.

    ·        Conceito: 
    Função Financeira nas Empresas: comportamento financeiro da economia. Administração do capital de giro: próprio e de terceiros. Conceitos    de receitas e despesas e demonstração de resultado. Planejamento e Controle financeiro. Técnicas Orçamentárias: metodologia para a elaboração de orçamentos financeiros, quantitativos e outros.

    ·        Descrição da metodologia realizada:
    Após a propositura do trabalho é estipulado um cronograma de atividades (com prazo de conclusão no 1º trimestre) onde, o trabalho é desenvolvido durante as aulas. Necessita-se da disponibilidade de, no mínimo, nove computadores com acesso à internet. 




    Os grupos são divididos e inicia-se a criação das empresas: receptoras, implantadoras e certificadoras. Dentro desse contexto, as empresas receptoras contratam as empresas certificadoras e estas, terceirizam a parte de implantação (aculturamento das empresas receptoras).

    Nota Fiscal Eletrônica – PMS

              Certificação de ISO         
                      
     ·        Resultado alcançado:
    A proposta já foi trabalhada em duas ocasiões anteriores, onde percebeu-se a motivação e empenho dos alunos. Foi uma forma encontrada para cumprir as Bases Tecnológicas de forma não apenas teórica, mas colocando a mão na massa, fazendo assim com que os alunos adquiram as competências e as habilidades propostas no Plano de Curso. O cronograma deve ser seguido à risca para mostrar a importância do cumprimento de prazos.
    Parabéns professor!!!

    segunda-feira, 26 de agosto de 2019




    Título
    • Componente curricular: Gestão de Pessoas I
    • Curso: Técnico Administração
    •  Turma: 1EA – junho/ 2019
    • Autor: Simone Netto 
    ·         Proposta Pedagógica: Dramatização de entrevistas por competências.
    ·          Conceito:
    Estimular, interpretar a captação de Recursos Humanos, elaborar e executar as entrevistas por competências;
    Compreender as tendências do processo seletivo;
    Identificar as diferentes técnicas de seleção de pessoas;
    Acompanhar as etapas do processo seletivo.
    • Descrição da metodologia realizada:
    Nessa prática foi utilizado a dramatização, na qual, os alunos em grupo realizaram encenações de entrevistas por competência, com estímulos diferentes, por vídeo, por telefone, candidatos com deficiências e presencial.

    A primeira etapa foi uma aula teórica, no dia 06/06/2019, em sala de aula, onde puderam aprender os conceitos e as técnicas de entrevistas que podem utilizar para a melhor escolha dos candidatos.

    Na segunda etapa, após explicação teórica, solicitei que os alunos se dividissem em grupos e utilizassem a descrição de cargo criada por eles e desenvolvessem um processo seletivo com no mínimo 10 perguntas abertas ou fechadas, utilizando a técnica por competências.




    Para cada grupo estimulei um desafio, os quais foram:
    ü Entrevista por vídeo;
    ü Contato telefônico;
    ü Presencial;
    ü Encenação com candidato com deficiência.

    Durante o desenvolvimento, os alunos também ensaiaram por 20 minutos. Neste período fui conversando com cada grupo, para encorajá-los e tirar as dúvidas.
    No dia 13/06/19 os grupos realizaram as encenações. A cada término de apresentação, conversávamos com os pontos fracos e fortes das encenações, estimulando novas formas de expressões e vocabulários do mercado de trabalho.


    Resultado alcançado.
    Após a análise da observação das encenações e do diálogo com a classe, pude diagnosticar que obtive bons resultados. Em relação a eficiência, o objetivo também foi atingido. Como o perfil da maioria dos alunos, demostraram boa comunicação verbal e desenvoltura. Os alunos participaram e interagiram bem com o grupo durante a dramatização.
    Apenas 5 alunos demostraram timidez, dificuldades no tom de voz e nervosismo. Para quebrar a tensão e facilitar a participação de todos, antes de iniciar as apresentações, reforcei a importância da atividade para desenvolvimento de competências e habilidades, para utilizarem no mercado de trabalho, que o melhor local para errarmos é a sala de aula, nela temos oportunidade para melhorias e deixei a critério do grupo, quem seriam os protagonistas. Para a minha surpresa todos participaram.
     Evidenciando que 94 % dos alunos tiveram bom aproveitamento, já os 6 % tiveram um aprendizado regular, pois, em classe, não conseguiram dramatizar com facilidade devido à timidez. Utilizei os critérios de desempenho: organização de ideias, comunicação verbal, participação e relacionamento com o grupo e conhecimento do conteúdo teórico. A observação direta e o diálogo evidenciaram o desempenho.

    Parabéns, professora!!!   

    sexta-feira, 23 de agosto de 2019




    Folha de Pagamento Ampliada
    • Componente curricular: Gestão de Pessoas II
    • Curso: Técnico em Administração
    • Turmas: 2A2 e 2A3
    • Autor: Prof.ª Vera Lúcia Furquim
    ·         Proposta Pedagógica: Elaboração de um demonstrativo de pagamento, em formato de quebra-cabeças, para a aprendizagem dos conceitos e da legislação sobre os cálculos trabalhistas e para a interpretação da leitura de um holerite. A proposta também visa desenvolver o raciocínio lógico e crítico do aluno, na assimilação da base tecnológica ministrada.






    ·          Conceitos: os conceitos abordados na atividade foram:
    ü Incentivos salariais; Benefícios: sociais, espontâneos;
    ü Legislação e Cálculos de folha de pagamento mensal, férias, 13º salário, verbas rescisórias / Definição de Proventos e descontos: Dos proventos: adicional de insalubridade; adicional de periculosidade; adicional noturno; adicional extraordinário; repouso semanal remunerado; salário família; salário maternidade / Dos descontos: adiantamentos; contribuição previdenciária – INSS; imposto de renda; D.S.R – remuneração do dia de repouso; contribuição sindical / Regras e prazos: prazo; forma e local do pagamento; / Demais componentes: férias; 13º salário; FGTS.
    • Descrição da metodologia realizada:
    Dividir a turma em 4 grupos. Cada grupo tem a responsabilidade de pesquisar o seu tema, assim como elaborar uma mini cartilha informativa, afim de auxiliar no momento da montagem do holerite.
    Em paralelo, cada equipe deve preparar tarjetas de papel (peças) com as palavras-chave, referentes ao assunto específico de cada grupo, por exemplo: descontos, INSS, vale transporte, enfim todas as palavras que correspondem ao tema de cada grupo. Separar 4 cartolinas e encaixar uma na outra, simulando um holerite em tamanho maior. A medida que vamos montando o quebra cabeça, encaixa-se as tarjetas (peças) nos seus devidos locais. Simultaneamente, a docente explica como se faz os cálculos apropriados.


    • Resultado alcançado: Facilidade na assimilação do assunto trabalhado. A identificação da importância da leitura de um demonstrativo de pagamento na prática, como também aprendizagem necessária sobre a legislação e cálculos trabalhista.



    Parabéns Professora!!!








    Título: Teorias da Administração e a Sociedade Atual ·   Componente curricular: Administração de Marketing e Processos Comerciai...